CARNAVAL NO VIETNAM

HANÓI, HALONG, HOI AN, HUE E SAIGON

21 de fevereiro a 01 de março de 2020

Baía de Halong-Vietnam          ©Lilian Click Travel

PROGRAMA

1º DIA – 21 FEVEREIRO – 6ª FEIRA – HANOI

Chegada em HANÓI e traslado ao sofisticado HOTEL SOFITEL LEGEND METROPOLE.

VIETNAM: os vietnamitas vieram da China fixando-se no delta do rio Vermelho no século 3 a.C. A região foi anexada à China no século II a.C. até 938 quando foi estabelecida a sua independência. A partir daí o Vietnam foi governado por várias dinastias, até a chegada dos franceses em meados do século XVIII. Tiveram expedições militares, como a de 1859, em que Saigon foi capturada, e a de 1867, quando o Delta do Mekong foi ocupado. Em 1883 foram criados os protetorados de Annan e Tonkin, no norte e centro, respectivamente, o que acabou com a independência vietnamita. Como nas suas outras colônias, os franceses construíram estradas, portos, ferrovias, sistemas de drenagem, e também implantaram o seu sistema educacional. Durante o seu domínio, os franceses enfrentaram manifestações nacionalistas com violência esporádica, e em 1927, foi formado o Partido Nacionalista, organização baseada no Kuomitang chinês. O domínio francês começou a decair em 1942, quando toda a Indochina foi invadida pelo Japão, na Segunda Grande Guerra. Nesta época foi criado o Vietminh, organização guerrilheira, para lutar contra a ocupação japonesa. Em 1945, com o fim da guerra, a França retornou ao poder, mas o Vietnam não era mais o mesmo: o país não queria mais o domínio francês. Após vários anos de lutas, os franceses foram derrotados na célebre batalha de Dien Bien Phu, em 1954. As subsequentes negociações de paz dividiram o país, cortado pelo paralelo 17: o norte, comunista, com a capital em Hanói, apoiado pela antiga URSS, e o Sul, capitalista, com a capital em Saigon, apoiado pelos Estados Unidos. Mas os problemas não acabaram por aí.

O Vietnam do Norte começou a apoiar os guerrilheiros no Sul, para derrubarem o governo e conseguirem a unificação sob um único regime. A partir de 1964, começou um envolvimento mais direto dos americanos, com o envio de militares para lutarem ao lado do Vietnam do Sul.

Este envolvimento que durou até o início da década de 70, ficou conhecido como a Guerra do Vietnam. O conflito terminou em 1975, com a triunfante tomada de Saigon pelas tropas norte-vietnamitas. O Vietnam foi unificado pelos comunistas, e vivenciou um período de cerca de 15 anos de isolamento do mundo. Com a derrocada do comunismo, em 1989, o governo viu-se obrigado a abrir a sua economia. Hoje, o Vietnam vive um grande surto de paz e prosperidade. Inúmeras multinacionais se instalaram no país, impulsionando a economia. Com isso, o turismo ganhou força, e viajantes de todo o mundo estão redescobrindo este belo país. O Vietnam fascina tanto pelos magníficos templos, quanto pela cozinha e arquitetura, remanescentes da ocupação pelos franceses. Com o fim do embargo dos Estados Unidos, todas as nações são livres para negociar com o país.

CHÀO MỪNG ĐẾN VỚI VIỆT NAM!

HANÓI é a atual capital administrativa do Vietnam, uma cidade agradável e charmosa, devido aos seus grandes lagos, boulevards e parques públicos. Fica situada na margem direita do Rio Vermelho, com uma população de mais de 07 milhões de habitantes. O centro da cidade é uma peça de museu, com seus blocos de edifícios ocres mantendo o ar de uma pacífica e austera cidade provincial. Sua arquitetura se deve à herança colonial da França, da qual se tornou um protetorado em 1883. Os franceses arrasaram a cidade, deixando alguns edifícios cerimoniais e religiosos, e construíram seus próprios escritórios administrativos, deixando o legado arquitetônico que hoje possui. Apesar de décadas de guerras e problemas econômicos, Hanói, ainda assim, conseguiu preservar vários aspectos de sua antiga configuração. Jantar no restaurante LE BEAULIEU.

2º DIA – 22 FEVEREIRO – SÁBADO – HANOI, VIETNAM

Pela manhã visita ao mausoléu de HO CHI MINH, ex-presidente vietnamita. O imponente monumento foi feito de grande quantidade de mármore e granito, e é palco das grandes demonstrações populares. Anualmente o corpo do líder embalsamado é transportado para Moscou para ser feita a conservação como os de Lenin e Mao Tse Tung. Visitaremos, também, a sua antiga residência, o MUSEU HISTÓRICO, o TEMPLO DA LITERATURA, e o CHUA MOT COT (Pagode de um Pilar), conhecido como o Templo do Amor. O pagode é a representação Budista do mundo em forma de um lótus emergindo das águas, e foi construído pelo Imperador Ly Thai Tong em homenagem a Quan Na, a Deusa da Misericórdia. Exploraremos o Mercado CHO HOM com suas coloridas barracas de frutas, legumes, doces, carnes e oferendas para os templos, com degustação de rolinhos primavera, salada de papaia e um refrescante che, sem faltar o emocionante passeio de riquixá! Retorno ao hotel para o almoço-buffet no restaurante SPICES GARDEN. À tarde iremos ao LAGO DA ESPADA, ao Templo de Quan Than, também construído por Ly.

Jantar no restaurante NINETEEN 11.

3º DIA – 23 FEVEREIRO – DOMINGO – HANOI/HALONG

Pela manhã partida para HALONG. Caso o tempo permita, será feito um voo de 45 minutos em um hidroavião do aeroporto de Noi Bai até Halong. Sobrevoaremos a Baia por 15 minutos, em um Cessna Caravan. Em caso de mau tempo, o percurso será feito de ônibus. Embarque em barco privativo, o EMPEROR CRUISES. A BAÍA DE HALONG é conhecida em vietnamita como a Baía do Dragão Descendente. Este pitoresco lugar é formado por mais de 3000 ilhotas situadas num mar verde esmeralda, que contém numerosas e fantásticas grutas. O local é classificado pela UNESCO, como uma das heranças naturais da humanidade. O passeio de barco nos levará a conhecer uma das maravilhas deixadas pelo Criador. Apreciaremos as ilhas de DINH CHOI e GA CHOI, e a gruta de SUNG SOT, a mais bela das 14 grutas existentes na baía. Almoço, jantar e pernoite no barco.

SAIGON, anos 50: esta noite embalados por lembranças dos últimos dias da ocupação francesa e início da americana, assistiremos ao filme The Quiet American, baseado no livro de Graham Greene.

4º DIA – 24 FEVEREIRO – 2ª FEIRA – HALONG/HAI PHONG OU HANOI/DANANG/HOI AN

Café da manhã a bordo, desembarque e traslado ao Aeroporto de HAI PHONG para embarque no voo da VIETNAM AIRLINES. Chegada em DANANG e traslado ao HOTEL ROYAL MGALLERY, em HOI AN.

(consulte a opção de hospedagem na Resort Four Seasons Nam Hai). Almoço em Hai Phong e jantar no hotel.

5º DIA – 25 FEVEREIRO – 3ª FEIRA – HOI AN

HOI AN é famosa pela mistura das culturas vietnamitas, chinesas e japonesas. Esta manhã conheceremos a ponte japonesa de 400 anos, inúmeros templos chineses, um interessantíssimo e colorido mercado de peixes e legumes, inúmeras lojinhas de artigos de artesanatos e uma fábrica familiar de confecção das famosas lanternas. Tarde livre para aproveitar a piscina. O pôr do sol será apreciado no rio Thu Bom. Almoço no restaurante ANCIENT FAIF e jantar no hotel.

6º DIA – 26 FEVEREIRO – 4ª FEIRA – HOI AN

Próximo a Danang, a ponte impressiona com sua bela vista e elegante design, aparentemente erguidos por duas gigantes mãos de pedra. Conhecida como a GOLDEN BRIDGE (Ponte Dourada), fica a 1.400m acima do nível do mar, nas colinas de Ba Na. A passarela de cor dourada se estende por quase 150 metros, mas são as mãos esculpidas que seguram a ponte para pedestres que dão o toque excêntrico. O projeto da passarela é da TA Landscape Architecture, e embora as mãos pareçam ter sido esculpidas em pedra, o projeto do esqueleto e coberto por malhas de aço", e finalizado com fibra de vidro. Toda a construção da ponte levou cerca de um ano. O principal designer foi o arquiteto Vu Viet Anh, um dos proprietários da empresa de arquitetura. E será o nosso deslumbrante passeio de hoje, visitar o complexo subindo da Golden Bridge com o teleférico. Almoço na Bana Hills Resort e jantar no hotel.

7º DIA – 27 FEVEREIRO – 5ª FEIRA – HOI AN/HUE

Pela manhã partida para HUÉ, situada a 140 km de Hoi An. Atravessaremos o TÚNEL HAI VAN, inaugurado em maio de 2005. O túnel foi construído a 1,20 metros acima do nível do mar, com uma extensão de 12 km, e é a primeira combinação de um complexo de estrada, túnel e ponte do sudeste da Ásia, e um dos trinta maiores e mais modernos túneis do mundo.

Fundada como a Cidade Real, em 1687, HUÉ é a porta de entrada aos tesouros reais do antigo Vietnam. A cidade foi a capital política de 1802 a 1945, sob 13 Imperadores da dinastia Nguyen, e se tornou um dos centros culturais educacionais e religiosos do país. Hué ficou conhecida do mundo em janeiro de 1968, quando foi palco das mais sangrentas batalhas da Guerra do Vietnam. No TET (ano novo lunar), guerrilheiros vietcongs, apoiados pelo Vietnam do Norte, lançaram uma grande ofensiva nas principais cidades do Vietnam do Sul. Em todos os ataques foram, em pouco tempo, repelidos e controlados, menos em Hué. Depois de muitas semanas de combates, os Mariners conseguiram retomar à cidade, que, infelizmente, foi parcialmente destruída. A luta, conhecida como a ofensiva do TET, transmitida pela televisão chocou espectadores no mundo todo, principalmente os americanos, que a partir daí passaram a protestar mais veementemente contra a guerra e a defender o retorno de suas tropas para casa. No final da década de 80, inspirado pelo turismo e um desejo de explorar suas raízes ancestrais, o governo vietnamita autorizou a sua renovação, e inúmeros templos de imperadores que se rebelaram contra o domínio colonial francês estão sendo restaurados. Nossas visitas incluem o Templo de Hon Chen, o Mausoléu de Minh Mang, o maior e mais grandioso de todos os mausoléus de imperadores. Sua câmara mortuária baseou-se nas da dinastia Ming, em Beijing. Um caminho deslumbrante leva à câmara mortuária rodeada de pedras preciosas, elefantes e leões de bronze que guardavam o imperador, que viveu de 1791 a 1841, teve 142 filhos e morreu na queda de um cavalo. Prosseguiremos para as Tumbas de Tu Doc e Khai Dinh, e a Cidadela Imperial. Este complexo era o palco das cerimônias religiosas e civis do palácio, e ficava protegido por um muro de 600m de lado e 5m de altura. No seu interior encontra-se a Cidade Púrpura Proibida, que era o palácio real usado somente pela família imperial, e pelas concubinas e eunucos que os serviam. Almoço, jantar e hospedagem no HOTEL LA RESIDENCE.

8º DIA – 28 FEVEREIRO – 6ª FEIRA – HUE/SAIGON

Após um passeio de barco pelo rio Perfume até o Pagode Thien Um, traslado ao Aeroporto de Hué e embarque na VIETNAM AIRLINES com destino a CIDADE DE HO CHI MINH.  

Chegada ao Aeroporto Tan Son Nhat e traslado ao HOTEL PARK HYATT.

HO CHI MINH é mundialmente conhecida mais pelo seu antigo nome: SAIGON. Em contraste a Hanói, que é antiga, introspectiva, e bem asiática, a Cidade de Ho Chi Minh é cosmopolita, multirracial, parecida com Bangkok e Singapura. É uma esplêndida fortaleza natural, protegida em três lados por canais e rios. Foi a capital do Vietnam do Sul durante a guerra, o que trouxe uma atmosfera artificial de prosperidade, influenciada pela debilitada presença americana. Ao mesmo tempo, um influxo de refugiados triplicou a população. A cidade cresceu caótica e desordenadamente em todas as direções, destruindo o balanço social, moral e psicológico da população. Com o comunismo, em 1976 a cidade foi rebatizada com o nome atual, mas os seus mais antigos habitantes ainda a chamam de Saigon.  Após anos de estagnação, o governo vem já há algum tempo, permitindo o retorno à vida social e econômica que existia antes da mudança ideológica. Apesar dos laços coloniais com a França terem acabado em 1954, sua influência continua viva até hoje. Das torres da Basílica de Notre Dame ao Hotel Continental, passando pela antiga Casa de Ópera, os traços franceses continuam marcantes. Até mesmo o uniforme dos estudantes voltou a ser o mesmo da época colonial. É comum o estrangeiro ser abordado nas ruas pelos mais idosos para conversar em francês, motivo de orgulho para muitos. Como disse um professor vietnamita: “Os americanos nos deram o jipe e a Coca Cola; os franceses nos deram literatura e arte. Claro que queremos o jipe e a Coca Cola; mas o que mais nos identifica com o lar é o presente cultural”.

E, após o jantar às margens do rio Saigon, onde chegaremos de barco no restaurante THE DECK porque não um drink no terraço do histórico Hotel Rex, famoso por hospedar correspondentes estrangeiros durante a guerra do Vietnam?

9º DIA – 29 FEVEREIRO – SÁBADO – SAIGON

Nosso passeio de hoje será para descobrir os mistérios dos incríveis TUNEIS DE CU CHI (a 35 km de Saigon, e a 10 km da fronteira do Cambodia). Cu Chi foi uma importante base americana durante a guerra, e sua localização estratégica o tornou a zona mais bombardeada do sul do Vietnam. Os túneis subterrâneos formavam uma rede de postos de comando, hospitais, fábricas de bombas, e cobriam um total de 200 km. Jantar no hotel.

10º DIA – 01 MARÇO – DOMINGO – SAIGON

Traslado ao Aeroporto de Tan Son Nhat.

OS PREÇOS INCLUEM

  • 02 noites no Hotel Sofitel Legend Metrópole *****L em Hanói (Luxury room)

  • 01 noite no barco privativo Emperor Cruise *****L, na Baia de Halong

  • 03 noites no Hotel Royal MGallery ***** em Hoi An (Grand Deluxe)

  • 01 noite no Hotel La Residence ***** em Hué (Superior River View)

  • 02 noites no Hotel Park Hyatt *****L em Saigon (Park room Garden view)

  • 10 cafés da manhã buffet todos os dias

  • 16 refeições incluindo agua mineral

  • 02 bilhetes aéreos nos voos internos: Hanói, Haiphong ou Hanói/Danang e Hué/Saigon em classe econômica

  • 01 bilhete aéreo da Hai Au (Cessna Caravan) com voo cênico de Hanói a Halong

  • Vistos para o Vietnam (emissão em Brasília)

  • Guia local falando espanhol acompanhando o grupo de Hanói a Saigon

  • Guia saindo do Brasil

  • Passeios pelas cidades e passeios de barco conforme descritos no programa

  • Ingressos para todos os museus, monumentos e locais mencionados no roteiro

  • Transporte em micro-ônibus ou ônibus de luxo com ar condicionado

  • Traslados de/para todos os aeroportos

  • Gorjetas nos aeroportos e nos hotéis

PREÇOS POR PESSOA

TERRESTRE

  • Apartamento duplo:           USD  5,400.

  • Suplemento individual:     USD      990.
    (pagamento com a última parcela)

  • Suplemento para a Nam Hai: USD 800 por pessoa pelas 03 noites/USD 1.600 pela villa por 3 noites

O pagamento do suplemento individual será efetuado com a última parcela

Forma de Pagamento: (em reais ao câmbio do dia)

  • 1ª parcela:          USD .

  • 2ª parcela:          USD .

  • Voos internos sujeitos a confirmação de tarifas e horários.

  • A ordem das visitas e os restaurantes poderão sofrer alterações e os restaurantes serão reconfirmados no Day by Day

  • É necessário certificado de vacina de febre amarela e visto para o Vietnam.

  • Passaporte com validade mínima de 06 (seis) meses e pelo menos 04 (quatro) folhas em branco

AÉREO

  • Preços e reservas aéreas sujeitos a confirmação e disponibilidade no momento do pagamento do sinal

  • Passagens aéreas devem ser obrigatoriamente emitidas pela MDETOURS

SEGURO VIAGEM

  •   Sob consulta

CONDIÇÕES GERAIS

  • Os programas das viagens da MDETOURS são confeccionados com base nas Condições Gerais e Específicas que geram o Contrato entre o Fornecedor e o Usuário. Esse Contrato é confeccionado seguindo as normas do Código de Defesa do Consumidor, da Deliberação Normativa da Embratur nº 161/85.

  • Ao se inscrever nas viagens da MDETOURS o passageiro aceita todas as regras e normas do Contrato de Viagens que se encontram à disposição na sede da empresa.

  • Quanto à documentação de viagem esta é de responsabilidade do passageiro. Passaportes válidos, vistos, vacinas, documentação pessoal são de total responsabilidade do passageiro. Assim, a impossibilidade de embarque gerada por falta de documentação caracterizará cancelamento da viagem, sendo aplicadas as penalidades vigentes.

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE CANCELAMENTO

  • Entende-se como cancelamento a desistência da viagem e/ou serviço contratado, bem como alterações de datas.

  • Solicitações de cancelamento da viagem ou serviços contratados deverão ser feitas por escrito e as penalidades serão aplicadas segundo a antecedência com que forem comunicadas.

+55 21 2521-7146